Outras Técnicas de Cirurgia Bariátrica

Home/Outras Técnicas de Cirurgia Bariátrica
Outras Técnicas de Cirurgia Bariátrica 2018-09-04T14:20:03-03:00

Estas técnicas que serão descritas abaixo, são pouca utilizadas hoje em dia devido aos bons resultados obtidos com o bypass gástrico e a gastrectomia vertical (sleeve). Mas em casos selecionados poderão ser indicadas.

Banda Gástrica Ajustável

O que é a Bandagem Gástrica Ajustável

É a colocação de uma prótese de silicone em forma de banda em volta da parte de cima do estômago, criando um estreitamento e, consequentemente, um reservatório de cerca de 30ml.

Bandagem Gástrica em Curitiba

Para quem é indicada a Banda Gástrica Ajustável

É uma técnica cada vez menos utilizada devido aos resultados insatisfatórios. Portanto, praticamente não é mais realizada no Brasil. Os resultados de perda de peso são inferiores e sujeitos à maior recuperação do mesmo.

Vantagens da Banda Gástrica Ajustável

– Diminui a ingestão de alimento pelo paciente;
– A absorção dos nutrientes não é alterada;
– A banda pode ser ajustada para aumentar ou reduzir a quantidade de alimentos consumidos pelo paciente através do reservatório (portal) da banda localizado embaixo da pele.

Desvantagens da Banda Gástrica Ajustável

– Entrada (migração) para dentro do estômago;
– Vazamento e infecção do portal;
– Pode não oferecer sensação de saciedade suficiente;
– Dilatação do reservatório gástrico;
– Aumento do refluxo gastroesofágico;
– Falha na perda de peso em pacientes comedores de doces e alimentos hipercalóricos.

Duodenal Switch

O que é o Duodenal Switch

É uma cirurgia mista com predominância disabsortiva, que consiste na diminuição do tamanho do estômago – restringindo assim a ingestão dos alimentos – e num desvio intestinal distal (maior que no bypass).  Durante o procedimento duodenal switch, o estômago é seccionado (cortado) em forma de tubo longo semelhante ao Sleeve, preservando o piloro (uma musculatura em forma de anel), que é a sua saída natural e a primeira porção do duodeno (intestino). Nessa região, é realizada a comunicação (sutura) com as porções inferiores do intestino delgado (2 metros e meio do seu final) formando o canal alimentar. A grande parte do intestino delgado forma a alça biliopancreática que não passa o alimento, mas sim o suco biliar e pancreático. A junção do canal alimentar com o biliopancreático forma o canal comum (de 75cm a 100cm) onde o alimento é absorvido.

Duodenal Switch em Curitiba

Para quem é indicado o Duodenal Switch

Nesse tipo de cirurgia predomina o componente disabsortivo, sendo geralmente indicada para IMC elevado (>50 Kg/m2) e comedores de volume de proteínas (carnes) – perfil mais visto no sexo masculino. A perda pode chegar a mais de 50% do peso corporal inicial.

Vantagens do Duodenal Switch:

– Maior perda de peso e resultado mais duradouro do que os procedimentos restritivos e mistos com predominância restritiva;
– Maior resolução das doenças associadas à obesidade;
– Em comparação com outras técnicas, o paciente consegue comer mais devido ao maior tamanho do estômago operado.

Desvantagens do Duodenal Switch:

– Possibilidade de diarréia e gazes mal cheirosos;

– Necessidade de maior reposição vitamínica;

– Risco maior de desnutrição protéica;

– Perda excessiva de peso quando indicada para IMC menores.

Vídeo Duodenal Switch

Operação de Scopinaro – Derivação Biliopancreática

O que é a Operação de Scopinaro

Assim como o Duodenal Switch, a Operação de Scopinaro é uma cirurgia mista. Durante o procedimento, cerca de ¾ do estômago é retirado, restringindo assim a ingestão dos alimentos e a redução da acidez. O intestino delgado é seccionado (cortado) e sua porção distal anastomosada (ligada) ao novo estômago, formando o canal alimentar. O intestino delgado proximal (alça biliopancreática) é suturado a cerca de 50cm do final do canal alimentar para formar o canal comum onde o alimento entra em contato com os sucos biliar e pancreático para ocorrer a absorção.  A disabsorção é predominante e a vesícula biliar deve ser retirada pela alta incidência de cálculos.

Cirurgia de Scopinaro em Curitiba

Para quem é indicada a Operação de Scopinaro

O procedimento é indicada para IMC elevado. Atualmente, no entanto, é pouco realizado, sendo substituído pelo Duodenal Switch.

Vantagens da Operação de Scopinaro

– Maior perda de peso e resultado mais duradouro que os procedimentos restritivos e mistos com predominância restritiva;
– Maior resolução das doenças associadas à obesidade;
– O paciente consegue comer mais devido ao maior tamanho do estômago operado, em comparação com as outras técnicas.

Desvantagens da Operaçao de Scopinaro:

– Possibilidade de diarréia e gazes mal cheirosos;

– Necessidade de maior reposição vitamínica;

– Risco de perda de peso excessiva.