Cirurgia Robótica

Home/Cirurgia Robótica
Cirurgia Robótica 2019-02-24T11:20:33-03:00

Cirurgia Robótica Bariátrica e do Aparelho Digestivo

Até alguns anos atrás, só se realizavam as cirurgias abdominais com corte (aberta). Nos últimos 30 anos a cirurgia videolaparoscópica (cirurgia dos furinhos) revolucionou a cirurgia do aparelho digestivo, permitindo que praticamente todas as cirurgias abdominais fossem feitas por vídeo, sem corte. A mesma revolução realizada pela cirurgia videolaparoscópica está ocorrendo com a cirurgia robótica. Acredito que em pouco tempo a maioria das cirurgias serão realizadas pelo robô.

A robótica é a evidência do futuro da medicina. A cirurgia aberta não possui tecnologia envolvida e a laparoscopia possui algumas limitações, como a impossibilidade de aproximar a imagem (zoom) e a rigidez da pinça. Na robótica, o médico tem, por meio do console, a possibilidade de simular o movimento do punho com as pinças e a visão de 360 graus e 3D com a câmera.

Como funciona

Inicialmente a cirurgia robótica foi criada com o intuito de se operar pacientes a distância, como em guerras. Porém hoje, as cirurgias robóticas são feitas sempre com o cirurgião ao lado do paciente.

A cirurgia robótica na verdade é uma cirurgia videolaparoscópica, onde as pinças são controladas pelos braços do robô. O robô esta conectado a um console, que é manuseado pelo cirurgião que comanda os braços robóticos.  A execução de todos os movimentos e a realização de todo o procedimento é feita pelo cirurgião. No campo cirúrgico fica também um cirurgião e um enfermeiro.

Vantagens da cirurgia robótica

  • A atuação mais precisa e segura do cirurgião, com melhores resultados devido às imagens Full HD em 3D, fundamentais para dar a dimensão de profundidade,
  • Total segurança no manuseio dos instrumentais, uma vez que o equipamento conta com dispositivos de segurança diante do comando do console,
  • Melhor desempenho do movimento durante os procedimentos, chegando a até 360° de rotação, permitindo ao cirurgião alcançar estruturas que nenhuma outra modalidade cirúrgica oferece,
  • menor risco de infecção,
  • menor perda de sangue,
  • menor tempo de cirurgia,
  • recuperação mais rápida,
  • Diminuição das dores e complicações pós-cirúrgicas,

Vantagens em relação à cirurgia laparoscópica

  • Mais precisão nas cirurgias em locais de difícil acesso, como nas regiões de pelve, diafragma e saída do esôfago.
  • Melhor ergonomia — O cirurgião fica sentado em posição confortável, o que ajuda nas cirurgias longas.
  • Mais intuitivo — O robô reproduz movimentos similares aos do cirurgião. Na laparoscopia convencional, o mecanismo de movimentação dos instrumentos cirúrgicos é inverso. O cirurgião movimenta os dedos para a esquerda e a pinça se move para a direita.
  • Visão tridimensional para os cirurgiões
  • O sistema da Vinci foi programado para ignorar os tremores da mão do médico e manter o braço mecânico estável.

Indicações de cirurgia robótica

As cirurgias por robótica são opções terapêuticas menos invasivas do que as cirurgias abertas, e ainda mais sensíveis do que a laparoscópica.

Na cirurgia do aparelho digestivo diversas são as aplicações da cirurgia robótica como:

  • tratamento de hérnias abdominais simples e principalmente complexas,
  • tratamento cirúrgico do refluxo, principalmente as reoperações,
  • tratamento cirúrgico dos diversos tipos de cânceres digestivos, como do intestino e estômago.
  • Todas as cirurgias digestivas, como colecistetcomia (retirada da vesícula), esplenectomia e outras.

Na Cirurgia Bariátrica Robótica sua melhor indicação é para pacientes com IMC (índice de massa corpórea) elevado e cirurgias de maior complexidade, como cirurgias revisionais (quando o paciente já fez uma cirurgia anteriormente).

Segurança

O robô não faz nada sozinho. Qualquer movimento realizado por ele foi feito pelo cirurgião no console. No entanto, diante de ações imprevistas pelo cirurgião, a tecnologia robótica aciona um comando de segurança que trava provisoriamente a máquina, evitando danos ao paciente. Se o médico tirar o rosto da tela de controle, o robô também para automaticamente.

Por serem mais complexa​s, as cirurgias robóticas seguem também um protocolo de checagem de todos os itens de segurança a cada uma hora de cirurgia, aproximadamente.

Embora os robôs cirúrgicos ofereçam algumas vantagens, ainda estamos longe do dia em que robôs farão operações sem intervenção humana. A sua maior utilização ainda é limitada pelo custo do equipamento. Nos próximos anos, novos robôs deverão ser lançados no mercado, o que aumentará a concorrência e tornará o método mais barato e acessível.

Atualmente já disponibilizamos em nossa clínica deste novo método, revolucionário e seguro.

Assista ao Vídeo